“Se não tiver uma segunda onda da pandemia, aulas reiniciam no dia 1º de fevereiro”, defende Rubens

Em entrevista à Rádio Mirante no programa Ponto e Vírgula desta segunda-feira (09), o candidato a prefeito de São Luís Rubens (PCdoB), defendeu estratégias para a retomada das aulas na rede pública da capital.

“Eu defendo que se não tiver uma segunda onda da pandemia as aulas reiniciam no dia primeiro de fevereiro. Para isso teremos várias medidas preventivas. Do dia 02 ao dia 3 de janeiro eu vou reformar as escolas dando condições mínimas, garantindo água encanada e espaços para as pessoas lavarem as suas mãos e fazer a sua higienização. Higienizar as mãos e usar máscaras, ainda são os dois mecanismos mais eficazes no combate ao vírus” disse.

Outra medida defendida pelo candidato é a testagem permanente dos professores e a redução das turmas. “Temos que garantir testagem permanente para os professores, não é possível testar toda semana, mas é possível ter um parâmetro. Podemos também reduzir as turmas. O que não podemos é permitir e naturalizar a defasagem tão grande entre a rede particular e a rede pública. Se vier uma segunda onda aí a gente entra no imponderável aí teremos que refazer todo esse planejamento”, frisou.

Parceria com TVs e Rádios

Existe a possibilidade de pensarmos também além do ensino híbrido e em parcerias com as Tvs e Rádio Públicas, porque é uma forma de alcançar os alunos. Não é possível fazer isso na educação infantil, mas no fundamental e médio é possível. Então a gente não vai expor nossos alunos ao risco mas vamos garantir a qualidade de ensino na cidade de São Luís.